terça-feira, 14 de julho de 2009

Boa leitura sob o mar


Ilustração de versão francesa do livro de Júlio Verne

Walcyr Carrasco é mais conhecido como o autor de textos rebuscados e de sucesso das novelas da TV Globo. Além de ocultar os sujeitos nas falas dos atores – basta assistir a uma cena de “Caras & Bocas” e conferir – seus enredos cheios de reviravoltas e espiritualidade agradam ao público tanto no horário das seis como das sete.

Precisar não precisava, mas Carrasco revela-se também um bom tradutor e adaptador de obras clássicas da literatura cientificista. Ele assina uma deliciosa versão de “Vinte Mil Léguas Submarinas”, de Júlio Verne, publicada pela FTD. Voltado para o público adolescente, trata-se de livro paradidático e traz exercícios de interpretação encartados.

Apesar de ter público certo, “Vinte Mil Léguas”, traduzido pelo autor de novelas, proporciona aos adultos uma leitura prazerosa que acompanha as aventuras do professor Pierre Aronax, seu fiel servo Conseil e o arpoador canadense Ned Land. O trio percorre milhares de quilômetros a bordo do Nautilus, o submarino construído pelo capitão Nemo. Você sabia que o personagem é indiano? Tik !!!

A obra visionária de Júlio Verne foi escrita na segunda metade do século XIX e previu várias invenções tecnológicas que só apareceriam décadas depois. A adaptação de Walcyr Carrasco traz várias notas sobre curiosidades contidas no texto. Boa leitura para as férias. Dos filhos e dos pais também.

Um comentário:

Susyanne Alves disse...

Eu já conhecia o indiano Nemo da liga extraordinária.
De resto axo q o livro tem tudo pra ser best seller.

bj