sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Da série “Eu odeio...”


Faz 20 anos que Raul Seixas morreu: já foi tarde e nem percebi

Essa quase passou despercebida: faz 20 anos que Raul Seixas morreu. É sério? Nem percebi. Aliás, para lembrar a morte de alguém, esse vulto precisa ser muito valioso sentimental ou artisticamente. Coisa que o defunto tardio não o é. Por mim ele até teria nascido, mas não se arriscaria a cantar. Pelo menos não na minha frente, no meu CD player ou toca MP3.

Sinceramente, acho uma tortura ouvir suas músicas que não dizem nada com coisa nenhuma – coisa de quem parece não ter escrito uma letra sóbrio. Viagem, viagem, viagem, meu caros amigos.

Uma vez me disseram que ele não estaria bem lá do outro lado onde deve ainda estar vagando. Pudera depois de ter cantado tanta coisa ruim.

Para meu alívio quem deve estar tomando todas por conta da efeméride raulseixiana deve ser meu ex-vizinho que promovia sessões longuíssimas de tortura quando resolvia ouvir toda a produção musical do baiano. Tomara que meu ex-vizinho tome todas ouvindo seu ídolo e tenham uma pancreatite tão violenta quanto a que matou o cantor !!!

Odiava ter que ouvir aquelas melodias que fediam a mofo e me lembravam uma roda de bêbados e alucinados tentando acompanhar “eu nasci há dez mil anos atrás” com dez línguas na boca e algumas no bobe.

Gente, o que é “Gita”? Alguém me explique. Os seguidores do hinduísmo deviam proibir fazerem aquilo com o seu “Baghavad Gita”, que significa “Canção de Deus”. E o diabo – com quem parece Raul ter andado se envolvendo - da letra ainda tem a assinatura de Paulo Coelho. Aposto como ele se arrende, aposto.

Não vou me estender e dedicar mais espaço à memória de um cantor cujas músicas me arrepiam – de desgosto, saliento. Já disse que não suporto Roberto Carlos. Coloco agora a estatueta de Raul na mesma estante (com as costas viradas para a rua como um Buda de castigo). E estou preparando mais uma: a de Chico Buarque. Alguém já tentou avisá-lo de que ele não canta, gente ?! E, por favor, em qualquer show que eu estiver NÃO TOQUEM RAUL !!!!!

12 comentários:

airlon disse...

seguinte:

- a minha estatueta do Roberto Carlos COMO CANTOR, eu já virei faz tempo;

- a do Chico Buarque, se precisar de uma fézinha pra virar, conte comigo;

- agora a do Raul??? Não apresentarei mais seus trabalhos e trancarei a disciplina. ¬¬

APS

Mara Vanessa disse...

A expressão 'toca Raul' sempre soou meio esquisita pra mim. Talvez, devo admitir, eu rendi grande parte da minha adolescência ao produto externo e só depois dos 16 omecei a prestar atenção ao que corria - ou correu - por aqui (com exceção de Legião Urbana, saliento). :)

Mara Vanessa disse...

*comecei

endersondanilo disse...

Realmente existe um forte problema entre gostar e compreender. Tudo aquilo que é diferente gera repulsa, ademais se for algo que não compreendemos. Até entenderia uma crítica pessoal quanto ao músicalidade, ou algumas letras. Mas Gitâ, o que você entende de hinduísmo? o que se ensina na novela da Globo? Pobres mortais efêmeros, impossíveis de compreender o Gitâ, a infinitude, o ouroborus ou qualquer coisa que demonstre a completude.

biatriz disse...

Eu até ia comentar, até ver que você é de Teresina, Piauí. O que você acha que o Piaui representa no cenário nacional? Nem adianta falar nas pinturas rupestres. Contemporaneamente, o que existe em nivel de arte? Vocês sabem que não representam nada nacionalmente (Frank aguiar e Stefany não vale), e não adianta ficar com raiva, mude, produza, crie. Porque não há um festival de cinema (Ai que vida é mais uma mácula), Um festival de Teatro, Grandes Produções, Mostras artísticas (até com o artesanato vocês engatinham, vide outros estados e os fantásticos museus para artesãos). Enfim, está na hora de se repensar enquanto indivíduo de massa, e espero que consigam se desvencilhar do jugo do ostracismo nacional.

airlon disse...

ô 'Biatriz'... eu até ia argumentar com vc, mas pessoas que pensam assim não vale nem a pena perder tempo, seria muito para sua vã cabecinha compreender algo. Só lamento...

APS

Mearim Hoje disse...

Enquanto você
Se esforça pra ser
Um sujeito normal
E fazer tudo igual...
Eu do meu lado
Aprendendo a ser louco
Maluco total
Na loucura real...
Controlando
A minha maluquez
Misturada
Com minha lucidez...

Caro Eugênio,

Continuo achando o seu texto um primor. Nota mil. Para mim, o problema é o conteúdo. Mas tudo bem, cada um tem a sua opinião. Este trecho de Maluco Beleza mostra a qualidade da poesia de Raul Seixas. A melodia é linda. A impressão que eu tenho, é que vc não conhece a obra de Raul Seixas.

Rosa Magalhães disse...

Acho que o Coldplay (lá em cima) merecia mais espaço do que o Raul, viu?

Lá em casa, definitivamente, NÃO TOCA RAUL de jeito nenhum!!!

yago baggio disse...

eu sei porque vcs nao gostam

é que vcs nao tem capacidade para entender a musicas dle, sao pessoas vendidas as musicas sem musicalidade e letras cliches.

TOCA RAUL SEMPRE

Alexandre disse...

e vc tem alguma capacidade pra entender? Talvez não porque se tivesse, logo vc saberia sobre o que exatamente raul seixas falava. É o proprio diabo zombando da cara dos que ouvem as músicas do raul. Raul era satanista declarado junto com parceiro paulo Coelho. Mas vc não entende isso, se entendesse diria "morre raul" de uma vez.

Alexandre disse...

e vc tem alguma capacidade pra entender? Talvez não porque se tivesse, logo vc saberia sobre o que exatamente raul seixas falava. É o proprio diabo zombando da cara dos que ouvem as músicas do raul. Raul era satanista declarado junto com parceiro paulo Coelho. Mas vc não entende isso, se entendesse diria "morre raul" de uma vez.

fernanda sousa disse...

nossa mesmo depois de 20 anos o kara ainda e lembrado como genio.
toca raulllllllllllllll